Skip nav

Gabinete Oceano

Introdução

Criado em 2015, o Gabinete Oceano é um gabinete de apoio permanente ao Conselho Diretivo da FCT e de acompanhamento das Ciências e Tecnologias do Mar (CTM). Tem como missão maximizar o diálogo com as várias comunidades científicas que constituem esta área transdisciplinar, de modo a informar as tomadas de decisão do Conselho Diretivo no que diz respeito à investigação e inovação no domínio das CTM, coordenar as atividades em CTM nacionais, e a participação Portuguesa nas organizações europeias e internacionais.

O Sector do Mar assume a dimensão de desígnio nacional desde 2006, quando foi lançada a primeira Estratégia Nacional do Mar (ENM). A mais recente estratégia ENM 2013-2020 apresenta um modelo mais pragmático de desenvolvimento do oceano e das zonas costeiras. Permitirá a Portugal responder aos desafios colocados para a promoção, crescimento e competitividade da economia do mar, perante as importantes alterações políticas e estratégica verificadas, a nível europeu e mundial. O efetivo regresso de Portugal ao mar depende assim da execução de uma estratégia assente no conhecimento e progresso tecnológico e na dimensão e geografia do território nacional, emerso e imerso, incluindo a nova dimensão alargada resultante da submissão apresentada para a extensão da plataforma continental além das 200 milhas marítimas.

O elevado standard imposto pelo sector do mar e pelas ciências e tecnologias do mar, estabelece metas que desafiam as capacidades tecnológicas existentes e fomentam, de forma excecional, a transdisciplinaridade e a internacionalização de todas as entidades envolvidas. Este sector é caracterizado pela atividade de um conjunto de laboratórios, centros de investigação científica e empresas de alta tecnologia, no qual a interação entre diferentes comunidades académicas e entre estas e a indústria constitui um pilar fundamental.

Funções do Gabinete Oceano:

  • Assessorar e aconselhar o Conselho Diretivo da FCT em assuntos do mar, em particular na sua componente científica e tecnológica;
  • Produzir análises da evolução das Ciências e Tecnologias do Mar (CTM) em Portugal, e na sua relação com o contexto europeu e internacional;
  • Analisar e explorar os benefícios que a participação nacional nos programas e instituições/organizações em assuntos do mar europeus e internacionais tem para a FCT em particular, e para a sociedade e economia portuguesas em geral, apoiando e dinamizando a ação dos Delegados Nacionais;
  • Estabelecer sinergias com entidades nacionais com atividade e/ou competências em assuntos do mar, promovendo a valorização dos resultados da investigação financiada pela FCT em CTM, em linha com a componente ciência e conhecimento da Estratégia Nacional para o Mar e de acordo com as Estratégias de Especialização Inteligente Nacional e regionais onde o sector Mar foi identificado como prioritário;
  • Representar a FCT em iniciativas nacionais, europeias ou internacionais no domínio das CTM.

Links úteis: