Skip nav

Infraestruturas de Investigação

Roteiro das Infraestruturas de Investigação

Avaliação

As propostas recebidas para inclusão no Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico (RNIE) foram avaliadas segundo dois critérios: mérito científico e relevância estratégica.

O mérito científico das propostas foi avaliado por painéis independentes, compostos por especialistas internacionais de reconhecido mérito em cada área científica, de acordo com três critérios:

  • Contribuição para a atividade científica de elevada qualidade e para o desenvolvimento e diferenciação do Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SCTN);
  • Capacidade de governo e exequibilidade do plano de ação proposto
  • Razoabilidade orçamental e sustentabilidade

A cada proposta foi atribuída uma classificação (de 1 a 9) e a recomendação, ou não, de integração no RNIE.

A relevância estratégica das propostas foi avaliada por representantes das cinco Comissões de Coordenação de Desenvolvimento Regional e das Autoridades de Gestão dos Programas Regionais para a Madeira e Açores. Esta avaliação teve em consideração os seguintes critérios:

  • Contribuição da Infraestrutura de Investigação para a concretização de estratégias de desenvolvimento regionais e/ou nacional;
  • Contribuição da Infraestrutura para o reforço da competitividade nacional e internacional;
  • Potencial para o desenvolvimento social e económico e para a concretização das políticas públicas de ciência e tecnologia.

No âmbito da apreciação da relevância estratégica foram ainda analisados o enquadramento das candidaturas nas estratégias sectoriais nacionais, bem como a articulação com infraestruturas internacionais, em particular as que constam no Roteiro do Fórum Estratégico Europeu para as Infraestruturas de Investigação (ESFRI).

Em resultado da avaliação do mérito científico e da relevância estratégica, foi atribuída a cada proposta uma das seguintes categorias, conforme definido no Guião de Avaliação:

  • Category 1 - those that have demonstrated high scientific potential and are considered to have high strategic regional and/or national relevance;
  • Category 2 – those that have demonstrated high scientific potential and quality but still need further work on the implementation and sustainability capacity and have not been considered closely articulated with the highest priority regional and national policies;
  • Category 3 – those that have demonstrated medium or low scientific quality or impact and/or have been considered to have or demonstrated none or weak relation with regional and national policies and priorities.

Às propostas de candidaturas a integrar o RNIE foi atribuída a categoria 1.

Informação detalhada acerca do processo de avaliação pode ser consultada no Guião de Avaliação.

Painel de Avaliação do Concurso - 2013

O painel de Avaliação do concurso de 2013 contou com a participação de um total de 105 peritos internacionais, de entre os quais sete com larga experiencia de avaliação de infraestruturas europeias.

Dada a transversalidade das candidaturas e o panorama atual, europeu e internacional, foi constituído um painel único de peritos internacionais para a avaliação do mérito científico das infraestruturas.
Foi nomeado um coordenador para cada área temática, que assegurou, em articulação com os restantes coordenadores, a harmonização das classificações entre as sete áreas temáticas, salvaguardando que propostas com o mesmo valor científico têm idêntica oportunidade de sucesso.

Os coordenadores nomeados são:

Área Temática
Coordenador (Instituição)
Ciências Sociais e Humanidades Gian Piero Zarri (Université Paris-Est, França)
Ciências Físicas e Engenharias Ana Proykova (Faculty of Physics, University of Sofia, Bulgária)
Ciências do Ambiente John Sweeney (Irish Climate Analysis and Research Units - Department of Geography, NUIM, Irlanda)
Ciências Médicas e Biológicas Ute Linz (Forschungszentrum Jülich, Alemanha)
Materiais e Estruturas Analíticas John Wood (Imperial College London, Reino Unido)
Energia Cesar Dopazo (Universidad de Zaragoza, Espanha)
Infraestruturas digitais Victor Castelo (Consejo Superior de Investigaciones Cientificas, Espanha)

Consulte a lista de avaliadores para este concurso.