Saltar navegação

Notícias

21-07-2017

Concurso de Bolsas de Doutoramento 2017

A Fundação para a Ciência e a Tecnologia divulgou os resultados do Concurso para a Atribuição de Bolsas de Doutoramento associadas ao concurso de candidaturas individuais de 2017. Foram atribuídas 900 bolsas de doutoramento, a que se juntam as mais de 500 bolsas atribuídas nos Programas de Doutoramento FCT. Serão assim atribuídas 1441 bolsas de doutoramento em 2017. Desde 2011 que a FCT não financiava um número de bolsas de doutoramento tão alto num único ano (veja a evolução do número de bolsas atribuídas entre 2006 e 2017). 

No concurso de 2017 foram submetidas 2.760 candidaturas, das quais 2.453 foram consideradas avaliáveis. Verificou-se uma taxa de sucesso de 37%; em 2016, a taxa equivalente foi de 33%, e em 2015 de 18%.

Os bolseiros agora selecionados podem fixar a data de início do seu plano de trabalhos entre 1 de setembro de 2017 e 31 de agosto de 2018. Os resultados são assim conhecidos antes do início do ano letivo, para que os alunos de doutoramento possam melhor planear a sua investigação.

As bolsas de investigação são um subsídio atribuído aos investigadores para realizarem atividades de natureza científica e tecnológica em regime de dedicação exclusiva. O processo de atribuição de bolsas incluiu diversas fases entre a candidatura e a divulgação dos resultados. Após submissão, e depois de verificada a sua admissibilidade, as candidaturas foram avaliadas separadamente por dois investigadores reconhecidos na respetiva área científica, recorrendo a peritos externos sempre que necessário.

Após a avaliação individual de todas as candidaturas, 305 investigadores, distribuídos em 37 painéis científicos, reuniram-se presencialmente para consensualizar as avaliações no contexto da sua área disciplinar e ordenar os candidatos. Mediante o financiamento disponível, a FCT propôs o financiamento dos candidatos mais bem colocados em cada painel. Todos os candidatos foram entretanto informados da proposta de decisão e têm acesso aos comentários do painel que justificam a classificação atribuída à sua candidatura. Após a notificação, e em caso de discordância com a proposta de classificação, os candidatos têm até 10 dias para apresentar os seus argumentos junto do painel em sede de audiência prévia de interessados, os quais serão devidamente analisados.

Arquivo de notícias ›