Skip nav

Recursos de Computação Avançada para Investigação e Inovação

Concurso de Projetos de Computação Avançada (2ª edição)

Em Destaque

13.07.2021 - Abertura das Candidaturas para A2 – Acesso Projeto dia 19 de julho até 13 de setembro de 2021.

13.07.2021 - Abertura das Candidaturas para A1 – Acesso Preparatório e A0 – Acesso Experimental 19 de julho de 2021 a 28 de abril de 2022.

Documentos de Apoio:

Onde Concorrer

Datas importantes:

  • A0 - Acesso Experimental e A1 - Acesso Preparatório
    a partir de 19 de julho de 2021 (12h00, hora de Lisboa) até 28 de abril de 2022 (12h00, hora de Lisboa)
  • A2 - Acesso Projeto
    de 19 de julho (12h00, hora de Lisboa) a 13 de setembro de 2021 (12h00, hora de Lisboa)

Visão geral e objetivos

A consolidação e o reforço do Sistema Científico e Tecnológico Nacional (SCTN) constituem prioridades da política de ciência e tecnologia nacional. Estas prioridades visam aumentar a competitividade nacional e internacional da ciência e tecnologia, e o seu contributo para a inovação e transferência de conhecimento assim como contribuir para a realização das aspirações globais definidas nos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas. Neste contexto, assume particular relevância a promoção e o reforço de competências das instituições científicas e tecnológicas através da participação das suas equipas em projetos de computação avançada.

É com estes objetivos que a FCT abre este concurso para suportar tecnologicamente projetos de computação avançada em todos os domínios científicos.

A FCT, via RNCA – Rede Nacional de Computação Avançada - procura agregar os recursos nacionais de computação avançada, promovendo a cooperação entre os vários centros envolvidos e desenvolvendo parcerias nacionais e internacionais com outras entidades.

A RNCA foi qualificada no Roteiro Nacional das Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico pelo Despacho n.º 4157/2019 do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

O objetivo central desta ação, enquadrada na Iniciativa Nacional Competências Digitais e.2030, Portugal INCoDe.2030 (designadamente no Eixo 5 – Investigação), é promover a apresentação de Projetos de Computação Avançada em todas as áreas.

Modelos computacionais e Tipologias de Acesso

O presente concurso disponibiliza recursos nos seguintes modelos computacionais:

  • High Performance computing (HPC)
  • Cloud Científica

O presente aviso agrega as seguintes tipologias de acesso:

  • A0 – Acesso Experimental: Este tipo de acesso está recomendado a projetos científicos ou de inovação cuja equipa de trabalho não tenha experiência prévia em HPC ou Cloud ou que não tenha histórico de utilização nos recursos computacionais da RNCA. Este acesso não se destina prioritariamente a realização de projetos, destinando-se apenas a experimentação. Este tipo de acesso tem uma duração máxima de 6 meses, prorrogáveis, em casos devidamente justificados e aprovados. O limite máximo de recursos computacionais a atribuir é de 15.000 CPU core.horas ou vCPU.horas. A quota de recursos reservada para este acesso é de 5% por plataforma da RNCA. Caso os recursos para este tipo de acesso não preencham a quota referida, a parte remanescente pode ser atribuída a outro tipo de acessos.
  • A1 – Acesso Preparatório: Este tipo de acesso está recomendado para a realização de testes de performance de software, testes de escalabilidade, benchmarking, re-factoring[1] e projetos de curta dimensão. Este tipo de acesso tem duração máxima de 6 meses, prorrogáveis, em casos devidamente justificados e aprovados. O limite máximo de recursos computacionais a atribuir é de 100.000 CPU core.horas ou vCPU.horas. A quota de recursos reservada para este acesso é de 25% por plataforma. Caso os recursos para este acesso não preencham a quota referida, a parte remanescente pode ser atribuída a outro tipo de acessos.
  • A2 – Acesso Projeto: Este tipo de acesso destina-se à utilização de recursos HPC e/ou Cloud Científica e está recomendado para projetos científicos ou de inovação cuja equipa de trabalho tenha experiência prévia em HPC ou Cloud. Este tipo de acesso tem uma duração máxima de 12 meses, prorrogáveis até 6 meses adicionais em casos devidamente justificados e aprovados. O limite máximo de recursos computacionais a atribuir é de 3.000.000 CPU core.horas ou vCPU.horas. Para Projetos de Cloud Cientifica os limites máximos de recursos a atribuir a cada candidatura aprovada é de 256 GB de memória RAM, 128 vCPU e 5 TB de disco, ou menores, caso a capacidade pontualmente instalada no centro operacional não permita atingir os limites máximos referidos. Para comprovação de adequada escalabilidade dos pedidos de acesso, as equipas operacionais das plataformas integradas neste concurso, poderão solicitar que exista um acesso prévio A0 ou A1 antes de se poder usar os recursos do tipo A2. A quota de recursos reservada para este acesso é de 70% por plataforma. Caso os recursos para este acesso não preencham a quota referida, a parte remanescente pode ser atribuída a outras tipologias de acessos. As candidaturas a este tipo de acesso serão sujeitas a avaliação científica por painéis de avaliação externos convidados pela FCT, I.P.

Esta 2ª edição de concursos de computação avançada, disponibilizará cerca de 36 milhões de CPU core.horas e 100 mil GPU.horas.

Recursos Computacionais a Concurso

A RNCA incorpora atualmente 4 centros operacionais com as respetivas plataformas que integram o presente concurso:

A descrição técnica das plataformas (Hardware e Software) pode ser consultada na ficha técnica deste concurso. Os apoios a conceder ao abrigo do presente procedimento concursal revestem exclusivamente a forma de atribuição de tempo de utilização de recursos computacionais avançados, não concedendo financiamento de qualquer outra natureza, ou recursos humanos para desenvolver ou suportar aplicações informáticas.

Destinatários e Elegibilidade

São beneficiários, individualmente ou em copromoção:

  • Instituições do ensino superior, seus institutos e unidades de I&D (Investigação e Desenvolvimento);
  • Laboratórios do Estado ou internacionais com sede em Portugal;
  • Instituições privadas sem fins lucrativos que tenham como objeto principal atividades de I&D;
  • Outras instituições públicas e privadas, sem fins lucrativos, que desenvolvam ou participem em atividades de investigação científica;
  • Empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica

Relativamente a candidaturas de empresas como beneficiárias, os projetos de computação avançada deverão:

  • a) ocorrer no âmbito da investigação e inovação pré-concorrencial, ainda sem valor de mercado
  • b) não ultrapassar no seu conjunto 50% da dotação computacional total a atribuir neste concurso

São admitidas candidaturas individualmente ou em copromoção:

  • a um ou dois modelos computacionais (HPC, Cloud Científica);
  • a uma ou mais plataformas para o mesmo projeto;
  • em tipologias de acesso distintas (A0, A1, A2)

Cada IR e co-IR pode apresentar um máximo de UMA candidatura para tipologia A2.

Cada IR e co-IR pode ainda apresentar um máximo de UMA candidatura para tipologias A0 ou A1 a cada 3 meses, sempre sujeito à disponibilidade de recursos nestas tipologias.

Como concorrer

As candidaturas devem ser apresentadas, em língua inglesa, somente pelo formulário eletrónico.

Acessos experimental A0 e preparatório A1: As candidaturas devem ser apresentadas, em língua inglesa, a partir do dia 19 de julho de 2021 (12h00, hora de Lisboa) e até 28 de abril de 2022 (12h00, hora de Lisboa), em formulário próprio em: https://rnca.fccn.pt/?page_id=2251

As candidaturas até então recebidas serão objeto de avaliação técnica e alocação nas plataformas até se atingir o limite das quotas respetivas: 5% para os acessos A0 e 25% para os acessos A1.

Acessos Projeto A2: As candidaturas devem ser apresentadas, em língua inglesa, a partir do dia 19 de julho de 2021 (12h00, hora de Lisboa) e até 13 de setembro de 2021 (12h00, hora de Lisboa), em formulário próprio myFCT em: https://myfct.fct.pt/

No fim do prazo as candidaturas serão objeto de avaliação técnica e científica e posterior alocação nas plataformas até se atingir o limite da quota respetiva: 70% para os acessos A2.

Prazos e datas importantes

As candidaturas devem ser apresentadas a partir do dia 19 de Julho de 2021.

Critérios de avaliação

Nos termos do Artigo 14º e 15º do Regulamento de Projetos de Computação Avançada serão avaliadas todas as candidaturas recebidas, de acordo com os seguintes critérios, que são densificados e detalhados e possuem sua fórmula final no guião de avaliação:

A1 A2
Avaliação Técnica T1 - Technical fitting to RNCA resources architecture (30%)
T2 - Computational resources reasonability and capacity planning (50%)
T3 - Work plan (20%)
Avaliação Científica N/A S1 - Relevance of the global scientific project that includes the activity proposal (Scientific merit 50% and Innovative nature 50%) (20%)
S2 - Justification for the proposed advanced computing activity to support the global scientific project (25%)
S3 - Scientific credentials of the applicant research group (Scientific merit of the Responsible Investigator 50% and Research Team 50%) (5%)
S4 - Experience and training in advanced computing* (10%)
  • * nos casos de justificada e comprovada ausência de experiência onde o S4<5 pontos, a pontuação dos critérios S1, S2 e S3 serão bonificados em 10%.
  • Para o Acesso Experimental A0 será realizada uma validação técnica sumária, simplificando os critérios T1, T2 e T3; sendo os pedidos servidos por ordem de chegada até esgotar a quota definida para estes acessos (5%).

Contactos

Informações sobre as candidaturas podem ser solicitadas através do endereço do correio eletronico: rnca@fccn.pt

Nenhuma informação publicada nesta página substitui ou se sobrepõe sobre o Regulamento e Aviso de Abertura do Concurso.