Skip nav

Marie Curie Actions

Contratação de doutorados

Programa Welcome II

Instruções específicas para instituições

O Concurso 2010 do Programa Welcome II tem características processuais inovadoras relativamente ao que é hábito em concursos promovidos pela FCT. Este documento propõe-se esclarecer as questões que naturalmente ocorrerão.

Candidatura conjunta

O concurso envolve candidaturas conjuntas por parte de um investigador e da respectiva Instituição de Acolhimento, decorrendo avaliação científica de ambas as partes da proposta.

Os dados do concurso são recebidos no Joint Applications Portal

https://jap.fct.mctes.pt/

Há dois modos de login no Joint Applications Portal: como investigador e como representante da Instituição de Acolhimento. Dado que a candidatura institucional envolve algum trabalho preparatório e diferente do habitual por parte da instituição, o login para este efeito só estará disponível a 1 de Janeiro de 2011. De qualquer forma a introdução de dados por parte da instituição exige o início da candidatura por parte do investigador.

Os investigadores interessados em efectuar uma candidatura conjuntamente com uma dada Instituição de Acolhimento comunicam a esta a sua Chave de Associação obtida após registo no sistema FCTSIG da FCT. Este dado é um dos requisitos que permite à instituição iniciar a sua parte do processo relativamente àquele investigador. O outro é a delegação de competência para este efeito que é descrita abaixo.

Instituição de Acolhimento e candidatura institucional

Faz-se notar que a Instituição de Acolhimento e a Instituição Executora podem ser distintas ou não, mas a candidatura institucional é sempre da responsabilidade da Instituição de Acolhimento. No formulário de candidatura institucional é possível indicar qual é a Instituição Executora sendo da responsabilidade da Instituição de Acolhimento obter a anuência daquela. Após o encerramento do concurso as Instituições Executoras distintas de Instituições de Acolhimento serão chamadas a declarar o seu compromisso com a candidatura. É, em particular, o que pode acontecer nas condições do artigo 2, nº 1, alínea a do Regulamento.

Acesso da Instituição de Acolhimento ao Joint Applications Portal

Cada Instituição de Acolhimento deve considerar em quem delegar as responsabilidades de preenchimento das candidaturas. A definição desta delegação de responsabilidades faz-se no Portal de Ciência e Tecnologia

https://pct.fct.mctes.pt/

É necessário que um dos membros do Grupo de Administradores da instituição para o Portal de Ciência e Tecnologia realize as seguintes acções:

  1. Após login no PCT (com credenciais individuais), escolha Delegação de Acesso e crie um Grupo para este efeito e adicione a esse grupo quem vai trabalhar com o Welcome II. Veja as imagens: 1 e 2.
  2. Dê permissões a esse grupo para lidar com a aplicação Welcome II. Veja a imagem: 3.

Depois disto os membros desse grupo poderão fazer login como representantes da instituição no Joint Application Portal.


Podem ocorrer várias situações anómalas mas de fácil resolução a este respeito:

A instituição não tem acesso ao Portal de Ciência e Tecnologia

A maioria das instituições de investigação já tem acesso ao Portal de Ciência e Tecnologia embora possa desconhecer esse facto. As credenciais de instituição já usadas em interacções com a FCT, e.g. actualize, devem dar acesso ao portal. Com essas credenciais pode nomear os administradores, etc. Consulte a documentação do PCT.

Se de todo não possuir credenciais contacte pct@fct.pt mencionando o interesse no concurso Welcome II.

Os membros do Grupo de Administradores não têm possibilidade de fazer delegações para efeito do Welcome II

Comunique este facto a pct@fct.pt. É uma questão de configuração por parte da FCT.

Não consegue delegar responsabilidades numa pessoa específica

É obrigatório que todos os utilizadores individuais do PCT se registem em FCTSIG previamente.


Para quaisquer questões adicionais contactar webmaster@fct.pt