Skip nav

Infraestruturas de investigação europeias

As infraestruturas de investigação incluem instalações, equipamentos, recursos ou serviços de natureza única, identificados pelas comunidades científicas para conduzir e apoiar atividades de investigação de excelência nos diversos domínios científicos. Podem incluir equipamentos científicos, recursos científicos como coleções, arquivos e dados científicos, infraestruturas eletrónicas como sistemas de dados e de computação e redes de comunicação; e quaisquer outras ferramentas essenciais para alcançar a excelência em investigação e inovação.

As infraestruturas europeias de investigação têm um papel crucial na produção de conhecimento e inovação que contribua para dar resposta aos atuais desafios ambientais, societais e económicos europeus e até globais. Presentemente existem 57 infraestruturas europeias, das quais 55 constam do Roteiro ESFRI.
O ESFRI é o Fórum Estratégico Europeu para as Infraestruturas de Investigação que pretende guiar, através de uma visão estratégica de longo termo, o estabelecimento de um ecossistema sustentável e eficiente de infraestruturas de investigação na Europa, maximizando o impacto dos investimentos nacionais e europeus. O ESFRI está a proceder à revisão do seu Roteiro de Infraestruturas de Investigação com publicação prevista para o final de 2021. Mais informação está disponível aqui e no website do ESFRI.

Portugal é membro de várias infraestruturas europeias já estabelecidas como entidades legais independentes (Tabela 1); a comunidade nacional também mantém colaborações com outras infraestruturas e projetos de infraestruturas, incluídos no Roteiro ESFRI (Tabela 2). Estas colaborações são geralmente estabelecidas pelas infraestruturas nacionais presentes no Roteiro Nacional de Infraestruturas de Investigação, por redes nacionais de instituições científicas ou por instituições científicas singulares.

As infraestruturas de investigação europeias têm acesso competitivo a financiamento através de concursos do Programa-Quadro da Comissão Europeia (atualmente “Horizonte Europa”). Em Portugal, a rede PERIN (Portugal in Europe Research and Innovation Network) faz a promoção da participação da comunidade científica nacional em todos os futuros concursos do Horizonte Europa.

Portugal participa também no Grupo de Trabalho EU-LAC sobre Infraestruturas de Investigação . Este grupo visa a promoção de colaborações entre infraestruturas de investigação da União Europeia e da América Latina e Caribe. Neste âmbito, a FCT participa ainda no projeto europeu ResInfra :Towards a new EU-LAC partnership in Research Infrastructures.

Contactos

Representação em infraestruturas de investigação europeias:
Daniel Carapau, daniel.carapau@fct.pt
Joana Pinheiro, joana.pinheiro@fct.pt
Marta Abrantes, marta.abrantes@fct.pt

Delegação nacional ao ESFRI:
Marta Abrantes, marta.abrantes@fct.pt

Delegação nacional no programa das Infraestruturas de Investigação do Horizonte Europa:
Marta Abrantes, marta.abrantes@fct.pt
Daniel Carapau, daniel.carapau@fct.pt

Representação nacional no Grupo de Trabalho EU-LAC sobre Infraestruturas de Investigação:
Marta Abrantes, marta.abrantes@fct.pt

Atualizado em fevereiro 2021