Skip nav

Projetos de I&D

Concurso

Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico no âmbito da Prevenção e Combate de Incêndios Florestais - 2019

(English version available soon)

Visão Geral e Objetivos

Documentos do Concurso

Datas Importantes:

  • Data de abertura do Concurso: 19 de dezembro de 2019
  • Data limite para submissão de candidaturas: 20 de fevereiro de 2020, 17h (hora de Lisboa)
  • Data limite para submissão da Declaração de Compromisso: 6 de março de 2020, 17h (hora de Lisboa)

Links úteis:

Através da Resolução de Conselho de Ministros n.º 159/2017, de 21 de outubro, foi determinada a criação de um Programa de I&D para a prevenção e combate de incêndios florestais, com o objetivo de reforçar o desenvolvimento das atividades de I&D destinadas a incentivar e fortalecer competências e capacidades científicas e tecnológicas, assim como garantir a apropriação e incorporação de conhecimento científico no apoio à decisão em sistemas operacionais e facilitar a produção de novos conhecimentos orientados para a solução de problemas concretos e reais.

É ainda determinado que o Programa de I&D inclui três concursos, de periodicidade anual, a realizar a partir do final de 2017.

Através deste concurso a FCT pretende apoiar projetos de investigação científica e desenvolvimento tecnológico no âmbito da prevenção e combate de incêndios florestais centrados no desenvolvimento de atividades de investigação nas seguintes áreas:

  1. Governação dos recursos florestais;
  2. Gestão do fogo e comportamento de fogos extremos;
  3. Atitudes e comportamentos face à prevenção e combate de incêndios e a gestão do território, incluindo a sua vertente colaborativa;
  4. Modelos de ordenamento e silvicultura preventiva;
  5. Meteorologia, previsão e gestão do risco, incluindo deteção de ignições e otimização de alertas precoces e desenvolvimento de sistemas de observação inteligente e de apoio à decisão, incluindo tecnologias avançadas de deteção remota e de inteligência artificial;
  6. Sistemas de sensorização, de informação e de comunicações de emergência e sua integração nos processos de decisão;
  7. Gestão e valorização da biomassa nos espaços rurais;
  8. Modelos de organização e gestão das áreas florestais, nas vertentes de proteção, conservação, silvopastorícia, recreio, lazer e produção;
  9. Saúde e segurança ocupacional dos técnicos de combate;
  10. Restauro pós-fogo e gestão florestal, em diferentes escalas temporais e espaciais.

Nesta edição serão considerados prioritários os seguintes temas e áreas:

  1. Governação dos recursos florestais, incluindo a gestão de combustíveis em espaços rurais, a integração e os mecanismos de comunicação do risco de incêndios assim como a consideração de atitudes e comportamentos.
  2. Valorização da biomassa nos espaços rurais, como fator de dinamização da economia local e da participação da população;
  3. Modelos de organização e gestão das áreas florestais nas vertentes de proteção, conservação, silvopastorícia, recreio, lazer e produção, integrando as componentes territoriais, sociais e económicas;
  4. Modelos de ordenamento e silvicultura preventiva e de restauro e gestão pós-fogo, em diferentes escalas temporais e espaciais.

Financiamento

O concurso apoiará projetos pelo período máximo de 36 meses (prorrogável, no máximo, por mais 12 meses, em casos devidamente justificados).

O limite máximo de financiamento de cada projeto é de 300 mil euros.

Para este concurso está prevista uma dotação orçamental de 5 milhões de euros. Os projetos aprovados serão financiados for fundos nacionais através do orçamento da FCT.

Destinatários e Elegibilidade

Podem candidatar-se, individualmente ou em copromoção, equipas de investigação das seguintes entidades:

  • Entidades não empresariais do sistema de I&I, nomeadamente:
    1. a) Instituições do ensino superior, seus institutos e unidades de I&D;
    2. b) Laboratórios do Estado ou internacionais com sede em Portugal;
    3. c) Instituições privadas sem fins lucrativos que tenham como objeto principal atividades de I&D;
    4. d) Outras instituições públicas e privadas, sem fins lucrativos, que desenvolvam ou participem em atividades de investigação científica.
  • Empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, desde que inseridas em projetos de IC&DT liderados por entidades não empresariais do sistema de I&I, no âmbito de uma colaboração efetiva.

O/A Investigador/a Responsável (IR) da candidatura:

  • Deverá identificar um corresponsável pelo projeto que será Co-Investigador Responsável (Co-IR), e que o/a substituirá nas suas faltas, ausências e impedimentos;
  • Apenas poderá submeter uma candidatura, na qualidade de IR, no presente;
  • Não poderá ser IR num projeto aprovado nas anteriores edições do “Concurso para Projetos IC&DT no âmbito da Prevenção e Combate de Incêndios Florestais”.

Como concorrer

As candidaturas devem ser apresentadas, em língua inglesa, em formulário próprio e submetidas eletronicamente através do Portal de Concursos de Projetos de I&D no período compreendido entre o dia 19 de dezembro 2019 e as 17h00, hora de Lisboa, do dia 20 de fevereiro de 2020.

A digitalização da Declaração de Compromisso de cada candidatura (assinada pelo IR e instituições beneficiárias) terá de ser submetida obrigatoriamente num único documento PDF no Portal de Concursos de Projetos de I&D até às 17h00, hora de Lisboa, do dia 6 de março de 2020.

Para mais informações recomenda-se a leitura da documentação do concurso nomeadamente: o Regulamento de Projetos FCT , o Guia de Apoio ao Preenchimento do Formulário de Candidatura e o Guide for Peer Reviewers.

Prazos e datas importantes

O período de apresentação de candidaturas decorre entre 19 de dezembro de 2019 e as 17 horas (hora de Lisboa) de 20 de fevereiro de 2020.

A data limite para submissão da Declaração de Compromisso é o dia 6 de março de 2020, 17h00 (hora de Lisboa).

Avaliação

A avaliação será efetuada por painéis internacionais de avaliadores independentes. Cada proposta será avaliada segundo os seguintes critérios:

  1. Mérito científico e carater inovador do projeto numa ótica internacional nas áreas científicas e com os objetivos enunciados no Aviso para Apresentação de Candidaturas;
  2. Mérito científico da equipa de investigação;
  3. Exequibilidade do programa de trabalhos e razoabilidade orçamental;
  4. Contributo para a acumulação de conhecimento e competências do Sistema Científico e Tecnológico Nacional nas áreas enquadradas pelo Aviso para Apresentação de Candidaturas, nomeadamente nos temas e áreas referidos como prioritários, e mérito da divulgação, promoção e demonstração de resultados.

Contactos

Mais informações sobre o concurso: concursoprojetos@fct.pt.

Nenhuma informação contida nesta página substitui ou se sobrepõe ao estipulado no Regulamento e no Aviso de Abertura do Concurso.