Skip nav

Projetos de I&D

Concurso

Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico para a promoção de atividades de I&D de âmbito interdisciplinar e pluridisciplinar a realizar na região do Parque Natural do Montesinho

Parque Natural do Montesinho Concurso de Projetos

Documentos do Concurso

Datas importantes:

  • Submissão de candidaturas: 15 de julho a 30 de setembro de 2020, até às 17h00 (hora de Lisboa)
  • Data limite para submissão da Declaração de Compromisso: 15 de outubro de 2020, até 17h00 (hora de Lisboa)

Links úteis:


VISÃO GERAL E OBJETIVOS

A valorização do interior pelo conhecimento numa perspetiva de desenvolvimento sustentável requer investigação científica e desenvolvimento tecnológico que permitam conhecer para cada região os seus recursos naturais, nomeadamente biológicos e nos quais se incluem as florestas e os sistemas agrícolas e agrosilvopastoris, os patrimónios naturais e culturais, as dinâmicas socioculturais, num quadro de evolução climática e de potenciais riscos bióticos e abióticos, associando referenciais de observação, experimentação e monitorização.

O Parque Natural de Montesinho (PNM) representa uma zona de montanha de características únicas pois constitui o último relevo no nordeste de Portugal que ainda pertence ao noroeste Peninsular e faz fronteira com a Meseta Ibérica. Apresenta uma inigualável riqueza ambiental, estando integrado na Rede Natura 2000 e na Reserva da Biosfera da Meseta Ibérica da Organização das Nações Unidas.

Em áreas de interface entre domínios naturais distintos, como neste caso do Noroeste Peninsular e da Meseta Ibérica Mediterrânica, a biodiversidade é enorme e facilita zonas privilegiadas para monitorizar e aprofundar o estudo das alterações climáticas, assim como desenvolver medidas e ações de mitigação em tempo útil. No caso do PNM, o sistema montanhoso tem uma influência relevante no clima regional como mostram os estudos e trabalhos de monitorização desenvolvidos nas últimas décadas sobretudo no âmbito da Rede Ibérica de Investigação de Montanha.

Tendo como referencial a promoção de atividades de I&D de âmbito interdisciplinar e pluridisciplinar a realizar no Parque Natural de Montesinho, pretende-se fazer a sua projeção para o futuro, desenvolvendo novos conhecimentos em diversas áreas temáticas, numa perspetiva de multidisciplinaridade científica e cultural, contribuindo para uma nova agenda de I&D de âmbito internacional sobre o Parque Natural de Montesinho, e incluindo:

  1. Observação e conhecimento da Terra, incluindo a utilização de informação por satélite e a sua integração em sistemas avançados de processamento de informação e inteligência artificial;
  2. Clima e alterações climáticas;
  3. Sistemas agrários sustentáveis, incluindo agricultura, florestas e sistemas agrosilvopastoris, e a valorização dos seus produtos numa perspetiva de bioeconomia;
  4. Dinâmicas socioculturais;
  5. Biodiversidade e recursos biológicos, patrimónios naturais e culturais, e desenvolvimento regional sustentável.

Neste sentido, determina-se a criação de um Programa de I&D para a investigação nestas áreas temáticas, integrando a valorização científica do Parque Natural de Montesinho e atraindo grupos de investigação de excelência internacional para trabalhar em estreita cooperação com equipas de instituições portuguesas.

Os projetos a integrar no referido Programa de I&D devem adotar uma perspetiva multidisciplinar e contexto internacional, facilitando parcerias com peritos e instituições de reconhecido mérito de modo a aprofundar uma agenda de I&D sobre o Parque Natural de Montesinho e a sua projeção para o futuro.

O presente Aviso pretende dar resposta a estas prioridades e enquadra-se na tipologia de Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico (IC&DT) prevista no artigo 2.º do Regulamento da FCT e dá cumprimento aos nºs 1 e 2 da Resolução do Conselho de Ministros n.º 15/2020, de 27 de março.

FINANCIAMENTO

O concurso apoiará projetos pelo período máximo de 36 meses (prorrogável, no máximo, por mais 12 meses, em casos devidamente justificados).

O limite máximo de financiamento de cada projeto é de 250 mil euros.

Para este concurso está prevista uma dotação orçamental de 1,5 milhões de euros. Os projetos aprovados serão financiados por fundos nacionais através do orçamento da FCT.

Podem candidatar-se, individualmente ou em copromoção, equipas de investigação das seguintes entidades:

  • Entidades não empresariais do sistema de I&I, nomeadamente:
  1. Instituições do ensino superior, seus institutos e unidades de I&D;
  2. Laboratórios do Estado ou internacionais com sede em Portugal;
  3. Instituições privadas sem fins lucrativos que tenham como objeto principal atividades de I&D;
  4. Outras instituições públicas e privadas, sem fins lucrativos, que desenvolvam ou participem em atividades de investigação científica.
    • • Empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, desde que inseridas em projetos de IC&DT liderados por entidades não empresariais do sistema de I&I, no âmbito de uma colaboração efetiva.

O/A Investigador/a Responsável (IR) da candidatura:

  • Deverá identificar um corresponsável pelo projeto que será Co-Investigador Responsável (Co-IR), e que o/a substituirá nas suas faltas, ausências e impedimentos;
  • Apenas poderá submeter uma candidatura, na qualidade de IR, no presente.

COMO CONCORRER

As candidaturas devem ser apresentadas, em língua inglesa, em formulário próprio e submetidas eletronicamente através do Portal de Concursos de I&D até às 17h00, hora de Lisboa, do dia 30 de setembro de 2020.

Para mais informações recomenda-se a leitura da documentação do concurso nomeadamente: o Regulamento de Projetos FCT, o Guia de Apoio ao Preenchimento do Formulário de Candidatura e o Guide for Peer Reviewers.

PRAZOS E DATAS IMPORTANTES

O período de apresentação de candidaturas decorre entre 15 de julho de 2020 e as 17 horas (hora de Lisboa) de 30 de setembro de 2020.

A data limite para submissão da Declaração de Compromisso é o dia 15 de outubro de 2020, 17h00 (hora de Lisboa).

AVALIAÇÃO

A avaliação será efetuada por painéis internacionais de avaliadores independentes. Cada proposta será avaliada segundo os seguintes critérios:

  1. Mérito científico e carater inovador do projeto numa ótica internacional nas áreas científicas e com os objetivos enunciados no Aviso para Apresentação de Candidaturas;
  2. Mérito científico da equipa de investigação;
  3. Exequibilidade do programa de trabalhos e razoabilidade orçamental e Contributo para a acumulação de conhecimento e competências do Sistema Científico e Tecnológico Nacional nas áreas enquadradas pelo Aviso para Apresentação de Candidaturas;
  4. Mérito das colaborações internacionais e da demonstração da sua efetiva participação no programa de trabalhos.

CONTACTOS

Mais informações sobre o concurso: concursoprojetos@fct.pt.

Nenhuma informação contida nesta página substitui ou se sobrepõe ao estipulado no Regulamento e no Aviso de Abertura do Concurso.