Skip nav

Projectos de I&D

Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico no âmbito da Arquitetura de Álvaro Siza Vieira - 2019

Visão Geral e Objetivos

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o Ministério da Cultura e a Fundação Serralves estabeleceram um protocolo que viabilizou a realização de um programa integrado e pluridisciplinar de investigação em torno da obra de Álvaro Siza Vieira nas suas múltiplas vertentes e áreas disciplinares, desde a arquitetura, as artes e as ciências sociais, assim como as ciências de engenharia e dos materiais. O protocolo determina também que o Programa de I&D inclua dois concursos de projetos de ID&CT, a realizar em 2019 e 2020.

Através deste concurso, a FCT pretende apoiar projetos de investigação científica e desenvolvimento tecnológico no âmbito da Arquitetura de Álvaro Siza Vieira centrados no desenvolvimento de atividades de investigação nas suas múltiplas vertentes, nas seguintes áreas:

  1. Projetos de arquitetura e a sua relação com os utilizadores dos espaços e respetivo enquadramento social;
  2. A integração e a inter-relação das obras de arquitetura com os espaços envolventes, a cidade, a paisagem e o território;
  3. A relação da arquitetura com as artes, nomeadamente o desenho, a escultura e o cinema e as artes aplicadas;
  4. A materialização da arquitetura, incluindo estruturas, tecnologias e materiais e a sua relação com o desempenho e as condições envolventes.

Financiamento

O concurso apoiará projetos pelo período máximo de 24 meses (prorrogável, no máximo, por mais 12 meses, em casos devidamente justificados).

Para este concurso está prevista uma dotação orçamental de 600 mil de euros. Os projetos aprovados serão integralmente financiados por fundos nacionais através do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

Destinatários e Elegibilidade

Podem candidatar-se, individualmente ou em copromoção, equipas de I&D das seguintes entidades:

  1. Entidades não empresariais do sistema de I&I, nomeadamente:
    1. Instituições do ensino superior, seus institutos e unidades de I&D;
    2. Laboratórios do Estado ou internacionais com sede em Portugal;
    3. Instituições privadas sem fins lucrativos que tenham como objeto principal atividades de I&D;
    4. Outras instituições públicas e privadas, sem fins lucrativos, que desenvolvam ou participem em atividades de investigação científica.
  2. Empresas de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, desde que inseridas em projetos de IC&DT liderados por entidades não empresariais do sistema de I&I, no âmbito de uma colaboração efetiva.

O limite máximo de financiamento por projeto é de 120 mil euros.

Contactos

Mais informações sobre o concurso: concursoprojetos@fct.pt

Nenhuma informação contida nesta página substitui ou se sobrepõe ao estipulado no Regulamento e no Aviso de Abertura do Concurso.