FCT

R&D Institutions

Resultado da avaliação 2007 na área de Economia e Gestão

Unidade de I&D

IET - Centro de Investigação em Inovação Empresarial e do Trabalho [ECO-LVT-Almada-623] visitada em 05/12/2008

Classificação: Fair

Comentários do painel de avaliação
Sobre a unidade
This research unit is rather small, presently embodying 6 PhD researchers only. Of the 4 research groups of period 2003-2007, with a total of 10 PhD researchers, one (the group “Quality and Innovation”) joined the engineering department and the three others were merged into the single research group “Enterprise and Work Innovation”, with only 6 PhD researchers. The initial objective of creating a large interdisciplinary center on the topic of enterprise and innovation has failed, leaving sociology as the dominant orientation. The best (quite good) publications have however been made in economics (industrial organization, to be precise), but by a single PhD researcher only, a fact which appears as an indicator of the unit fragility. Besides, these publications (principally on mergers, rather than on innovation) do not even concern the research program announced in the unit report. The recent period 2007-2008 did not change this general picture as regards publications: 5 out of the 6 PhD researchers are publishing almost exclusively in Portuguese journals (including the home journal).

The Dean’s claim, in the beginning of our visit, that the aim of his school was to become a research faculty some time in a near future does not appear fully credible, at least as concerns economics. Indeed, the unit coordinator explicitly claimed that the aim of his unit was to publish not necessarily in English and not necessarily in scientific journals. This is perfectly admissible in a diversification perspective, provided a sufficient scientific production with international diffusion is ensured. Yet, this research unit is clearly not producing a research output which might be compared with those of many other units, not only because of its rather small size, but because it has almost no consistency and relevance. For the time being it would be difficult to consider providing it with a public financial support.

Sobre os grupos de investigação
Enterprise and Work Innovation [RG-ECO-LVT-Almada-623-1618]
Ergonomics and Safety [RG-X-ECO-LVT-Almada-623-1616]
Innovation Systems and Foresight Analysis [RG-X-ECO-LVT-Almada-623-1617]
New Forms of Work and Tele-Work [RG-X-ECO-LVT-Almada-623-427]
Quality and Innovation [RG-X-ECO-LVT-Almada-623-1802]

Comentários da unidade

Infelizmente o júri não parece ter compreendido o objectivo de desenvolver um centro interdisciplinar pois consideram que a sociologia é a disciplina dominante na sua actividade. Com efeito, apesar de alguns membros serem sociólogos, a maioria não o é! Uma rápida observação no registo do IET http://edirc.repec.org/data/ieunlpt.html#HoPEc na base RePEc poderá comprová-lo. A FCT-UNL, não sendo de economia, é uma "research faculty" de nível internacional. O facto do painel mencionar que as publicações realizadas em língua portuguesa pelos seus membros " has almost no consistency and relevance" deve-se sem dúvida ao grave desconhecimento que possuem sobre o panorama da investigação em economia e gestão em Portugal. Por isso dizem ainda que " For the time being it would be difficult to consider providing it with a public financial support", apesar de o centro estar bem inserido ao nível da investigação internacional, sobretudo europeia, quer em projectos de grande envergadura do 6ª (e agora do 7º) programa-quadro, e de se encontrar articulado com redes como a da Agência Europeia de Higiene e Segurança no Trabalho, na European Foresight Monitoring Network e na Rede de "Technology Assessment". Apesar de publicar (em língua inglesa") a revista "Enterprise and Work Innovation Studies" com regularidade (ver em repec.org) e a "Working Papers Series" (idem), e ainda de organizar todos os anos o Encontro de Investigação em Pós-Graduação, isso não merece relevância por parte do painel. Também não mereceu a atenção deste painel o facto do novo programa de doutoramento em "Avaliação de Tecnologia / Technology Assessment" na FCTUNL passar a contar com o centro como uma das principais unidades de investigação associadas. Por estas razões o IET irá continuar com as suas actividades, que são únicas em Portugal, e que mais nenhum outro centro tem competências específicas, sabendo-se que não tem na FCT-MCTES a possibilidade de encontrar uma parceria fiável. Certamente isso só será possível através da continuação da articulação com instituições internacionais da mais elevada competência e qualidade nos domínios da inovação empresarial e do trabalho.