Skip nav

Instituições de I&D

As unidades de investigação representam um pilar fundamental na consolidação de um sistema científico moderno e competitivo. Devem reunir uma massa crítica adequada à sua missão e promover ambientes criativos, em que possam surgir novas ideias e onde os investigadores encontrem as condições adequadas à realização dos seus projetos científicos e ao desenvolvimento da sua carreira. Sempre que aplicável, devem reunir recursos interdisciplinares e multidisciplinares que potenciem a abordagem de problemas complexos e novos desafios societais.

A investigação realizada nestas instituições abarca todos os domínios científicos, nomeadamente: as ciências da vida e da saúde, as ciências sociais, artes e humanidades, as ciências de engenharias e tecnologias, as ciências exatas e as ciências naturais e do ambiente.

A maior parte da investigação científica portuguesa é realizada em Unidades de I&D e Laboratórios Associados, avaliados e financiados pela FCT.

Os resultados do processo de avaliação 2017/2018 determinam o financiamento das Unidades de I&D com classificação igual a Bom, Muito Bom e Excelente, para o período 2020-2023.

A “Lei da Ciência" – Decreto-Lei nº 63/2019 - estabelece o regime jurídico das instituições que se dedicam à investigação e desenvolvimento (I&D) e define os princípios gerais da respetiva avaliação e financiamento.