O que deve ser considerado como a data de publicação formal ou o momento de aceitação para publicação? E o que são e no que diferem a versão final do autor da versão do editor?

Considera-se que a data de publicação formal é a data em que o trabalho é disseminado publicamente pelo meio de publicação escolhido pelo autor, por exemplo, a data de publicação de uma revista impressa ou, no caso de se tratar de um meio de publicação online, a data em que o trabalho é disponibilizado online por esse meio, como é o caso de revistas online, páginas web de conferências ou outros eventos científicos.

Nos casos em que existe disseminação pública por mais do que uma via, p.ex: através da edição impressa e online de uma revista, deve-se tomar como referência a data em que o trabalho é divulgado publicamente pela primeira vez.

A data de aceitação para publicação é o momento em que o autor é notificado pela revista, conferência ou meio de publicação similar, que:

  • o seu trabalho foi sujeito a revisão científica pela revista, comité científico da conferência ou similar, frequentemente através de processos de arbitragem por pares;
  • todas as alterações requeridas decorrentes desse processo de revisão foram já efetuadas;
  • o trabalho encontra-se pronto a percorrer as restantes etapas necessárias para efeitos de publicação, como a edição e revisão de texto (meramente ortográfica) e a composição tipográfica (formatação e estilo); 
  • a partir deste ponto não haverá qualquer alteração ao conteúdo do trabalho, apenas alterações decorrentes da revisão de texto, da composição tipográfica e outras levadas a cabo pela editora, as quais não interferem com o conteúdo do trabalho.

A esta versão do trabalho, que contém todas as alterações decorrentes dos processos de validação científica, incluindo as que decorrem de processos de arbitragem por pares e/ou as de natureza académica requeridas pelo editor da revista, comité científico da conferência ou equivalente, e que é acordada entre o autor e o editor como aversão que será publicada, mas antes ainda de ser submetida à revisão de texto e à composição tipográfica, é a que se designa, no âmbito da Política de Acesso Aberto, versão final do autor.

A versão que é publicada, sendo idêntica à versão final do autor no que diz respeito ao conteúdo mas tendo sofrido as alterações decorrentes da revisão de texto e da composição tipográfica (formatação do estilo de acordo com o meio de publicação em que surge), é a que se designa no âmbito da Política como versão do editor.