Saltar navegação

News

26-10-2018

More Science, Better Society

(not available in Portuguese)

Os diálogos Mais Ciência, Melhor Sociedade estão orientados para estimular a discussão da atividade científica e tecnológica em curso em Portugal por investigadores no âmbito do Programa de Estímulo ao Emprego Cientifico, no âmbito de uma estratégia para a próxima década e com especial impacto na concretização da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas, tendo como base os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Inclui sessões que pretendem estimular o debate sobre a participação de Portugal e das instituições Portuguesas no futuro 9º Programa Quadro Europeu para a Investigação e Inovação, 2021-2027, “Horizon Europe”.

A convergência para a Europa do conhecimento durante a próxima década deve-nos mobilizar e orientar. E se é verdade que os mais recentes dados estatísticos mostram um aumento considerável do investimento público e privado em Portugal nos últimos anos, assim como do número de investigadores, o nosso esforço conjunto passa por continuar a conjugar a capacidade e os interesses da comunidade científica com as necessidades dos cidadãos, das empresas, e de organizações civis. Beneficiamos da experiência do lançamento de iniciativas e laboratórios de participação pública pela Ciência Viva e da preparação pela FCT e pela ANI de agendas mobilizadoras de investigação e inovação, mas temos de saber aumentar o nível de exigência e a nossa crescente maturidade científica.

Os diálogos Mais Ciência, Melhor Sociedade representam assim um esforço continuado de investigadores e docentes para mobilizar o diálogo aberto entre as comunidades científicas e académicas e a sociedade portuguesa através de um processo, contínuo e sistemático, de alinhar estratégias e de garantir mecanismos e formas de estimular a produção e difusão do conhecimento, em estreita relação com grandes problemas societais e com o desenvolvimento de Portugal no contexto global.

Os diálogos Mais Ciência, Melhor Sociedade incluem sessões de apresentação da atividade cientifica em curso por novos investigadores em termos das suas experiencias e desafios, assim como a apresentação de planos de emprego científico por responsáveis institucionais.

As sessões, a iniciar em Lisboa e no Porto, serão complementadas por uma serie de diálogos em Centros Ciência Viva, a realizar a partir de novembro por todo o País e abertas ao público, mas especificamente orientadas para os mais jovens e as escolas.

As apresentações a incluir no âmbito dos diálogos Mais Ciência, Melhor Sociedade têm por referência os investigadores e responsáveis por instituições apoiadas no âmbito do Programa de Estímulo ao Emprego Cientifico em 2018, incluindo:

  • 500 contratos de trabalho de investigador doutorado em todas as áreas científicas e nas quatro categorias contratuais: i) 276 contratos de Investigador Júnior; ii) 154 de Investigador Auxiliar; iii) 66 de Investigador Principal; e iv) 4 de Investigador Coordenador;
  • 400 contratos de trabalho de investigador doutorado em todas as áreas científicas no âmbito de 67 planos de emprego científico por instituições e/ou consórcios de instituições;
  • Mais de 3600 contratos de trabalho de investigador doutorado em todas as áreas científicas no âmbito de novos projetos de I&D e da aplicação do novo regime legal de estímulo ao emprego científico;

A monitorização em permanência do programa de estímulo ao emprego científico tem sido concretizada através do Observatório do Emprego Científico, com atualizações sistemáticas divulgadas pela internet.

 

sessão 1: Lisboa, 31 de outubro de 2018, 14h-18h; Teatro Thalia

sessão 2: Porto, 13 de Novembro de 2018, 14h-18h;

Veja o Programa das sessões

News archive ›