Saltar navegação

News

30-06-2020

Preliminary results of the call DOCTORATES 4 COVID-19

(Only Available in Portuguese)

A FCT anunciou os resultados provisórios do concurso de bolsas de investigação para doutoramento DOCTORATES 4 COVID-19, aberto em colaboração com a Agência de Investigação Clínica e Inovação Biomédica (AICIB) no contexto da situação pandémica provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 e no âmbito do qual serão financiadas 50 bolsas, que correspondem a um investimento de 3,5 milhões de euros.

Este concurso teve como objetivo financiar bolsas de investigação para doutoramento orientadas para a obtenção de novos conhecimentos, focada na COVID-19 e no vírus SARS-CoV-2, mas com uma abordagem multidisciplinar, com o envolvimento de todas as áreas científicas da engenharia, às ciências biomédicas e sociais, com complementaridade e abrangência, e assim contribuir para obter novos conhecimentos que permitam consolidar formas mais eficazes de lidar com esta e outras pandemias futuras.

Esta estratégia de investigação, com foco na COVID-19 e no SARS-CoV-19, encontra-se alinhada com a estratégia internacional, nomeadamente da União Europeia, de promoção de investigação focada neste problema, deste modo contribuindo para integrar projetos nacionais em esforços e redes internacionais.

O concurso recebeu 128 candidaturas, das quais 110 candidaturas foram avaliadas. As 50 bolsas a atribuir correspondem a uma taxa de sucesso de 45,5% das candidaturas avaliadas. Os resultados provisórios da avaliação mostram que 70% dos candidatos selecionados são mulheres e 8% têm nacionalidade estrangeira, sendo 17% dos planos de trabalho realizados em articulação com investigadores e instituições estrangeiras.

As bolsas a atribuir estão distribuídas pelas seguintes áreas de intervenção deste concurso:
- 13 bolsas em “Impacto psicológico e alterações de comportamento associadas à pandemia”;
- 12 bolsas em “Desenvolvimento de novas terapias e de novas abordagens terapêuticas, incluindo equipamentos de suporte de vida e de proteção individual para o combate à doença”;
- 9 bolsas em “Caracterização dos mecanismos de infeção viral”;
- 5 bolsas em “Abordagens inovadoras, incluindo novos métodos e novas tecnologias, para o diagnóstico da doença”;
- 4 bolsas em “Estratégias de prevenção e preparação para novas epidemias, incluindo vacinas”;
- 4 bolsas em “Epidemiologia e fatores de risco de infeção e doença grave pelo vírus”;
- 2 bolsas em “Caracterização da resposta do hospedeiro, imunológica celular e serológica, à infeção pelo vírus, impacto da idade e comorbilidades”;
- 1 bolsas em “A interação Homem-animal, mecanismos de resistência e de transmissão interespécies do vírus, e o risco de pandemias”.

Os programas de doutoramento a frequentar pelos bolseiros são de diferentes universidades: Universidade do Porto (15 bolsas), Universidade de Coimbra (9 bolsas), Universidade Nova de Lisboa (7 bolsas), Universidade de Lisboa (7 bolsas), Universidade do Minho (5 bolsas), Universidade da Beira Interior (2 bolsas), Universidade de Aveiro (2 bolsas), Universidade de Santiago de Compostela, Espanha (2 bolsas) e ISPA - Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (1 bolsa).

As candidaturas foram avaliadas por um painel científico com um sistema de avaliação por pares, com três critérios de avaliação: mérito do candidato, mérito do plano de trabalho e mérito das condições de acolhimento. Neste painel de avaliação participaram 17 peritos da comunidade científica dos quais 7 são mulheres.

As bolsas de investigação para doutoramento da FCT são subsídios atribuídos competitivamente para apoiar a formação avançada em todas as áreas do conhecimento para a obtenção do grau académico de Doutor. Estas bolsas permitem que os estudantes de doutoramento se dediquem em exclusivo à sua investigação, deste modo contribuindo para o desenvolvimento científico e tecnológico do país. A promoção de investigação conducente à obtenção de um grau de doutor constitui um dos pilares de atuação da FCT que, através do financiamento deste tipo de formação avançada, contribui para a formação de competências, o aumento de conhecimento e o fortalecimento e rejuvenescimento do sistema científico nacional.

O concurso DOCTORATES 4 COVID-19 faz parte de um alargado conjunto de apoios, concursos e outras iniciativas, lançados este ano pela FCT no âmbito do combate à Covid-19, em que se incluem: o apoio especial RESEARCH 4 COVID-19, com duas edições; o apoio especial  Gender Research 4 Covid-19; o Concurso para projetos de I&D AI 4 COVID-19: Ciência dos Dados e Inteligência Artificial na Administração Pública; o apoio Verão com Ciência, em colaboração com a Direção Geral do Ensino Superior (DGES); o portal Science 4 COVID-19; o aumento da capacidade da RCTS – Rede Ciência, Tecnologia e Sociedade, que suporta as ligações à internet da comunidade de ensino e investigação; o reforço da capacidade dos serviços que asseguram ensino a distância e teletrabalho na comunidade académica e científica (Colibri, NAU, Educast, Videocast); e a criação de uma página COVID-19 no site da FCT, que reúne toda a informação que vai sendo emitida, relacionada direta ou indiretamente com esta situação de pandemia.

News archive ›