Saltar navegação

News

20-01-2022

Five individuals were honoured with the Medal of Scientific Merit

(Only available in Portuguese)

Medalhas de Mérito Científico

O Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, distinguiu recentemente mais cinco personalidades com a Medalha de Mérito Científico. Os galardoados foram Luís Magalhães, Paulo Ferrão, Helena Pereira, Emília Moura e Isabel Vitorino. Esta distinção visa galardoar individualidades nacionais ou estrangeiras, que pelas elevadas qualidades profissionais e de cumprimento do dever, se tenham distinguido por valioso e excecional contributo para o desenvolvimento da ciência ou da cultura científica em Portugal.

Apresentamos de seguida uma breve nota biográfica do percurso académico, científico e/ou profissional dos mais recentes galardoados.

Luís Magalhães, doutorado em Matemática Aplicada pela Brown University (EUA), é atualmente professor catedrático de Matemática do Instituto Superior Técnico, instituição na qual cofundou dois centros de investigação, o Centro de Análise Matemática e o Instituto de Sistemas e Robótica. Foi presidente da FCT entre 1997 e 2002 e da Agência para a Sociedade do Conhecimento (UMIC), cujas funções viriam a ser integradas na FCT, entre 2005 e 2012. É ainda, desde 2017, vice-presidente do Comité de Políticas para a Economia Digital (Committee on Digital Economy Policy – CDEP) da OCDE.

Medalhas de Mérito Científico

Paulo Ferrão, doutorado em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Técnico, é o atual presidente da associação COST, programa da EU de cooperação científica e tecnológica, e professor catedrático no IST. A sua produção científica tem incidido sobretudo no tema da sustentabilidade urbana e das cidades inteligentes, sendo também presidente do Centro de Estudos em Inovação, Tecnologia e Políticas de Desenvolvimento do IST. Foi, ainda, diretor do Programa MIT-Portugal entre 1996 e 2016, e presidente da FCT entre 2016 e 2019.

Helena Pereira, professora catedrática do Instituto Superior de Agronomia, desempenhou cargos de gestão e coordenação académica e científica em várias universidades, institutos politécnicos e unidades de investigação. A sua investigação tem focado, principalmente, a área das florestas e produtos florestais. Desde 2019 que exerce o cargo de Presidente do Conselho Diretivo da FCT.

Emília Moura, licenciada em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) da Universidade de Lisboa, ocupa atualmente o cargo de vogal do Conselho Diretivo da FCT. A sua carreira na Administração Pública envolveu-a na direção, gestão e coordenação de Gabinetes Ministeriais da área da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, da Comissão de Coordenação do Fundo Social Europeu, e da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), destacando-se os cargos de diretora do Departamento de Gestão e Administração da FCT, entre 2009 e 2015, e de Chefe do Gabinete da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do XXI Governo de Portugal, entre 2016 e 2019.

Isabel Vitorino é, desde 2008, dirigente do Departamento de Apoio às Instituições da FCT. Desempenhou vários cargos na área da gestão da ciência e tecnologia nacionais, destacando-se a pertença à Junta Nacional de Investigação Científica e Tecnológica (JNICT), na qual ingressou em 1987, com funções de gestão na área de atribuição e acompanhamento de bolsas de investigação do Programa Mobilizador de C&T, e onde foi, também, coordenadora da área de gestão financeira e controlo orçamental dos programas e projetos, e a coordenação do processo de avaliação de Unidades de I&D em 2007.

Para conhecer os anteriores galardoados com a Medalha de Mérito Científico, consulte a página de prémios.

News archive ›