Saltar navegação

Notícias

13-12-2018

CoLAB: Painel de avaliação reúne-se a 18 de fevereiro

A próxima reunião do Painel de Avaliação das Candidaturas para a Atribuição do Título e Designação de Laboratório Colaborativo (CoLAB) está agendada para os dias 18 e 19 de fevereiro. Nessa reunião, serão avaliadas as candidaturas submetidas até ao dia 15 de janeiro de 2019. A apresentação pública das propostas terá lugar no dia 18 de fevereiro. Para este exercício de avaliação, foi publicado um novo Guião de Submissão de Candidatura.

O processo de criação dos CoLAB iniciou-se em 2017. Trata-se de um concurso aberto em permanência, com reuniões periódicas do júri para avaliar as candidaturas submetidas. Até ao momento foram realizados dois exercícios de avaliação, nos quais foram atribuídos 21 títulos de CoLAB, de entre 30 candidaturas submetidas.

O objetivo dos Laboratórios Colaborativos é fazer a ponte entre a academia e as empresas, direcionando o emprego qualificado para um mercado produtivo que dinamizará a economia portuguesa. Os CoLABs serão financiados pelos programas operacionais regionais, num montante total de cerca de 50 milhões de euros para os próximos 3 anos. A FCT acrescentará 10 milhões de euros ao financiamento, correspondente a 20%, para despesas que não sejam resultantes da contratação de recursos humanos.

Os CoLABs irão gerar cerca de 750 empregos diretos, distribuídos por várias regiões do país. É expetável que se criem 3 a 4 vezes mais empregos indiretos, por via das necessidades de outras empresas e instituições que se associarão aos laboratórios colaborativos para produzirem os produtos e serviços a serem comercializados nacional e internacionalmente.

Os Laboratórios Colaborativos são associações ou consórcios estabelecidos entre instituições de investigação, empresas privadas e organismos da sociedade civil. Os consórcios são compostos por unidades de investigação, laboratórios associados, instituições de ensino superior, instituições intermédias e de interface, centros tecnológicos, empresas, associações empresariais e outros parceiros relevantes do tecido produtivo, social ou cultural, como Laboratórios do Estado, autarquias e instituições associadas a organizações locais, unidades hospitalares, museus, arquivos, ou instituições sociais, nacionais ou internacionais (entidades participantes).

Arquivo de notícias ›