Saltar navegação

Notícias

10-01-2019

Construção de novo cabo submarino de fibra ótica vai aproximar a Europa e a América Latina

Está dada luz verde para a construção do cabo submarino em fibra ótica para transmissão de dados que vai ligar de forma direta a Europa e a América Latina. Este cabo intercontinental, com o nome de EllaLink, vai ligar as estações terrestres de Sines, em Portugal, e Fortaleza, no Brasil. Com o acordo final entre a EllaLink e a Alcatel Submarine Networks (ASN), a construção deverá ter início nos primeiros meses de 2019.

O anúncio foi feito pela GÉANT e a RedCLARA, que, em nome do Consórcio BELLA (Building the Europe Link to Latin America) -- do qual faz parte a FCT --, comunicou a formalização do acordo entre a EllaLink e a Alcatel Submarine Networks (ASN) para a construção do cabo submarino que ligará a Europa e a América Latina. Através do projeto BELLA foi adquirida capacidade de transmissão no novo cabo submarino, o que possibilitará elevadas capacidades de troca de tráfego de internet para investigação e educação entre os dois continentes, com uma velocidade de transmissão de dados de 100Gbs/segundo, dez vezes mais rápida que a atual.

A primeira fase dos trabalhos passa por analisar o fundo do oceano para definir a rota do cabo submarino e fabrico dos materiais necessários. A primeira transmissão de dados através do novo cabo está prevista para o final de 2020.

O EllaLink será implementado no âmbito do projeto BELLA (Building European Link to Latin America) por um consórcio do qual faz parte a FCT, através da sua Unidade de Computação Científica Nacional – a Rede Nacional de Ensino e Investigação portuguesa. O cabo, com quase 10.000 km de extensão, vai responder às necessidades de partilha e colaboração transatlânticas das comunidades de investigação e ensino da Europa e da América Latina nos próximos 25 anos.

Arquivo de notícias ›