Saltar navegação

Notícias

15-03-2019

Países assinam tratado para criação do Square Kilometre Array (SKA)

Portugal integrou o grupo dos países fundadores do Square Kilometre Array (SKA). Em Roma, dia 12 de março, foi assinado o tratado que estabelece a organização intergovernamental que irá criar aquele que será o maior radiotelescópio do mundo.

Austrália, China, Itália, Holanda, África do Sul e Reino Unido também fazem parte do grupo de países membros fundadores, aos quais se irão juntar a Índia e a Suécia, que participaram nas negociações multilaterais que duraram três anos e meio, mas que ainda estão concluir processos internos antes de assinarem o tratado.

O SKA constituirá a maior instalação científica do planeta e a segunda organização intergovernamental dedicada à astronomia no mundo, depois do Observatório Europeu do Sul (ESO). Com uma infraestrutura distribuída por três continentes, nos dois hemisférios, será composto por dois complexos com centenas de pratos e milhares de antenas, distribuídas em centenas de quilómetros na Austrália e na África do Sul, e com sede no Reino Unido. 

O Observatório irá ajudar a colmatar lacunas na compreensão do Universo, permitindo aos astrónomos dos países participantes estudar as ondas gravitacionais e testar a teoria da relatividade de Einstein em ambientes extremos, melhorar a nossa compreensão da evolução do Universo ao longo de milhares de milhões de anos, mapear centenas de milhões de galáxias e procurar sinais de vida no Universo.

Nos últimos cinco anos, mais de 1.000 engenheiros e cientistas de 20 países estiveram envolvidos na projeção do SKA, com novos programas de investigação, iniciativas de formação e colaborações em vários países para treinar a próxima geração de cientistas e engenheiros.

A partir do final de 2020, por via da construção da SKA, começarão a ser adjudicados mais de 700 milhões de euros em contratos a empresas e fornecedores nos países membros, proporcionando um retorno substancial do seu investimento no projeto. 

Portugal participa no SKA através da infraestrutura Enabling Green E-Science for Square Kilometer Array. O ENGAGE SKA foi identificado com alta prioridade no Roteiro de Infraestruturas de Investigação de Interesse Estratégico da FCT, e prevê o teste de protótipos para o SKA em território português e a participação científica e industrial no SKA.

Arquivo de notícias ›