Saltar navegação

Notícias

07-06-2022

Conhecidos os Vencedores da 8ª edição dos Prémios Maratona da Saúde

A associação Maratona da Saúde anunciou hoje (7 de junho) os dois vencedores da 8ª edição dos Prémios Maratona da Saúde, este ano dedicados à investigação em Doenças Infecciosas. O prémio, que totaliza 40 mil euros, será dividido entre Luísa Peixe, do UCIBIO-REQUIMTE (Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto), que concorreu com o projeto “Uma nova arma para combater a ameaça crescente da resistência antimicrobiana: caracterização de um potencial antibiótico obtido de um isolado do solo”, e Pedro Matos Pereira, do Instituto de Tecnologia Química e Biológica (Universidade Nova de Lisboa), cuja investigação se intitula “Mecanismos de reconhecimento intracelular da superbactéria S. Aureus”.

Health Innovation

Nesta que foi a última edição dos prémios, para além dos dois vencedores, foram anunciadas Menções Honrosas a três cientistas da categoria júnior, isto é, que completaram o doutoramento há menos de dez anos: Cristina Cunha, do ICVS (Universidade do Minho), pelo projeto “O microbioma pulmonar como alvo terapêutico em doenças fúngicas respiratórias”; Manuela Ferreira, do CNC (Universidade de Coimbra), pelo projeto “Desvendando o papel de micronutrientes nos linfócitos epiteliais do intestino em início de vida”; e Katharina Willmann, do IGC (Fundação Calouste Gulbenkian), pelo projeto “Tratamento farmacológico da sépsis com base na regulação da função mitocondrial”.

A atribuição destes prémios tem origem numa parceria estabelecida em 2014 entre a Associação Maratona da Saúde e a FCT, resultando o financiamento, maioritariamente, dos donativos angariados durante o espetáculo televisivo da Maratona da Saúde, realizado em parceria com a RTP, e que decorreu em outubro de 2021, bem como de outros apoios da sociedade civil. Este ano, a Janssen foi um dos parceiros principais e teve o seu nome associado a um dos prémios.

A entrega dos prémios irá decorrer durante o Seminário Final da Maratona da Saúde, que terá lugar no dia 28 de setembro, na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Este evento contará com a participação de cientistas premiados pela Maratona da Saúde, órgãos sociais, parceiros da associação e associações de doentes, entre outros. O programa final será divulgado no início do mês de setembro.

Desde a primeira edição que estes prémios, destinados à investigação científica a realizar em Portugal, já atribuíram um total de 420 mil euros, distribuído por 19 cientistas de várias áreas da biomedicina, concretamente: doenças raras (2021), cancro (2014 e 2019), doenças autoimunes e alergias (2018), doenças cardiovasculares (2017), doenças neurodegenerativas (2016) e diabetes (2015). Desde a primeira edição que a FCT apoia a gestão logística deste concurso e propõe o painel do júri que realiza a avaliação dos projetos, constituído por cientistas de reconhecido mérito internacional no domínio da biomedicina.

Arquivo de notícias ›