Saltar navegação

Notícias

20-06-2022

FCT assinou protocolo com a Associação Estação Biológica de Mértola (EBM)

A FCT e a Associação Estação Biológica de Mértola (EBM), representadas, respetivamente, por Helena Pereira, Presidente do Conselho Diretivo, e Paulo Célio Alves, Presidente da Direção, assinaram, no passado dia 14 de junho, um protocolo de colaboração que visa promover e financiar bolsas de doutoramento no âmbito do programa de investigação e desenvolvimento (I&D) delineado pelas duas entidades para as regiões do Vale do Guadiana e Baixo Alentejo e também áreas envolventes de Espanha e Norte de África, atualmente abrangidas pela extensão territorial das atividades da EBM.

FCT_ProtocoloAssociacaoBiologicaDeMertola

Este programa de I&D de âmbito nacional e internacional terá como base a Estação Biológica de Mértola e alinhar-se-á com os objetivos da EBM em termos da promoção da investigação e transferência de tecnologia nos domínios da biodiversidade, agroecologia, gestão dos recursos cinegéticos e silvestres, monitorização ambiental em contextos particularmente vulneráveis aos fenómenos da desertificação e das alterações climáticas. O protocolo com a FCT surge perante a identificação da necessidade de consolidar, nas regiões de intervenção da EBM, uma estratégia de transição agroecológica e de preservação da biodiversidade e dos recursos silvestres assente na salvaguarda, valorização e produção de conhecimento científico em torno do capital natural e cultural.

O protocolo procura responder a estas necessidades e objetivos através do financiamento de até um máximo de 4 bolsas de investigação de doutoramento por ano, durante 5 anos. Estes trabalhos de investigação deverão ser total ou parcialmente desenvolvidos na EBM, sendo a seleção dos bolseiros da responsabilidade desta entidade, através da realização de concursos competitivos, de abrangência nacional ou internacional, que serão abertos através de avisos de abertura de concurso publicados igualmente pela EBM.

Neste contexto, a FCT será responsável pelo financiamento das bolsas de doutoramento e pelo controlo da execução física e financeira do protocolo, que é renovável mediante acordo entre as duas entidades.

Arquivo de notícias ›