Saltar navegação

Notícias

01-07-2022

CoLAB BIOREF lidera projeto para redução da dependência europeia do gás natural

O Laboratório Colaborativo para as Biorrefinarias (CoLAB BIOREF) vai liderar um consórcio europeu, o “HyFuelUp – Hybrid biomethane production from integrated biomass conversion”, que procura desenvolver uma tecnologia de produção de gás natural renovável a partir de resíduos, entre os quais florestais, visando a redução da dependência europeia do gás natural. O projeto é financiado pelo programa Horizonte Europa e representa um investimento de 10,2 milhões de euros.

gas

Para além do CoLAB BIOREF, integram o consórcio seis entidades públicas e privadas da Alemanha, Espanha, Grécia, Reino Unido e Suiça, e outras quatro entidades portuguesas, concretamente o Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG), o Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) e as empresas Dourogás Renovável e Circlemolecule.

A instalação desta tecnologia inovadora irá ser em Tondela, no distrito de Viseu, e permitirá produzir um gás que é “em tudo equivalente ao gás natural, mas tem uma origem renovável”, nas palavras de Gonçalo Lourinho, coordenador do BIOREF. Francisco Gírio, Presidente do Conselho de Administração do CoLAB BIOREF, sublinha que “a construção desta biorrefinaria em Portugal trará um forte impacto para o desenvolvimento da indústria de gases renováveis na Europa”, dando resposta aos setores dos transportes e mobilidade e permitindo a poupança de emissões de gases com efeito de estufa.

O CoLAB BIOREF foi criado em 2019, focando-se na investigação e inovação em tecnologias de biorrefinaria. À semelhança dos restantes Laboratórios Colaborativos, ou CoLABs, a sua constituição procurou responder à necessidade de colaboração entre as instituições de ciência, tecnologia e ensino superior e o tecido económico e social, permitindo criar, direta e indiretamente, emprego qualificado e emprego científico em Portugal através da definição e implementação de agendas de investigação e de inovação orientadas para a criação de valor económico e social; no caso do BIOREF, a resposta a estas necessidades parte da promoção da bioeconomia e da bioenergia, enquanto vetores fundamentais para a descarbonização e utilização sustentável de recursos.

Os CoLABs são centros de interface tecnológicos do sistema científico e tecnológico nacional apoiados pela FCT, devendo ser constituídos obrigatoriamente por, pelo menos, uma empresa e uma unidade de I&D de uma instituição de ensino superior, financiada pela FCT. A atribuição do estatuto de CoLAB é feita mediante candidatura apresentada à FCT, sendo a avaliação das candidaturas feita por um painel independente, constituído por peritos de reconhecido mérito internacional e designado pelo Conselho Diretivo da Fundação. Após a atribuição do título, os CoLAB passam a ser promovidos, monitorizados e acompanhados pela Agência Nacional de Inovação (ANI).

A nota de imprensa do CoLAB BIOREF sobre este projeto, que contém mais informação e está disponível aqui.

Fotografia: Exemplo de uma instalação de produção de biogás.

Fonte: banco de imagens.

Arquivo de notícias ›