Saltar para o conteúdo principal

Supercomputador nacional Deucalion é inaugurado hoje

O supercomputador português mais rápido de sempre, o Deucalion, ficará instalado na Universidade do Minho e acessível a toda comunidade académica, empresas e administração pública a partir de hoje, dia 06 de setembro.

Com capacidade para executar 10 milhões de biliões de cálculos por segundo, o Deucalion irá aumentar de forma muito significativa a capacidade de computação de alto desempenho no país. Visa acelerar a produção de ciência e inovação de excelência em Portugal em diversos domínios, como Inteligência Artificial, medicina personalizada, design de fármacos e novos materiais, observação da Terra e oceanos, combate às alterações climáticas e fogos, criação de Smart Cities, ordenamento do território, mobilidade e veículos autónomos.

A inauguração contará com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa, da Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Elvira Fortunato, e da Presidente da FCT, Madalena Alves. O evento incluirá as intervenções do Reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, do Diretor Geral Adjunto da DG-Connect, Thomas Skordas, do Diretor Executivo do EuroHPC, Anders Dam Jensen, e do Diretor Adjunto do Centro do Supercomputador de Barcelona, Josep M. Martoreli.

Este projeto da FCT e da empresa comum europeia EuroHPC representa um investimento conjunto de 20 milhões de euros, 35% com origem nos fundos comunitários da EuroHPC e 65% oriundos de outros fundos, como o Orçamento do Estado, através da FCT.